Vacinas

Vacina

Gripe / Influenza - Quadrivalente

CALENDÁRIO:

Criança, Adolescente, Mulher, Homem, Idoso.

O QUE PREVINE:

Infecção pelo vírus Influenza (que causa a gripe) contidos nas vacinas.

DO QUE É FEITA:

Trata-se de vacina inativada, portanto, não tem como causar a doença. Sua formulação contém proteínas de diferentes cepas do vírus Influenza definidas ano a ano conforme orientação da Organização Mundial da Saúde (OMS), que realiza a vigilância nos hemisférios Norte e Sul. As cepas vacinais são cultivadas em ovos embrionados de galinha e, por isso, as vacinas contêm traços de proteínas do ovo. Existe vacina quadrivalente, com duas cepas de vírus A e duas cepas de vírus B. 


INDICAÇÃO:

Para todas as pessoas a partir de 6 meses de vida, principalmente aquelas de maior risco para infecções respiratórias, que podem ter complicações e a forma grave da doença.


CONTRAINDICAÇÃO:

Pessoas com alergia grave (anafilaxia), a ovo de galinha, a algum componente da vacina ou a dose anterior.


ESQUEMA DE DOSE:

Para crianças de 6 meses a 9 anos de idade: duas doses na primeira vez em que forem vacinadas (primovacinação), com intervalo de um mês e revacinação anual. Para crianças maiores de 9 anos, adolescentes, adultos e idosos: dose única anual. Para menores de 3 anos a dose é de 0,25 mL e para os maiores é de 0,5 mL.


FABRICANTE:

GSK, ABBOT e Sanofi-Aventis.


CUIDADOS ANTES, DURANTE E APÓS A VACINAÇÃO:

Em caso de febre, deve-se adiar a vacinação até que ocorra a melhora. Pessoas com história de alergia grave ao ovo de galinha, com sinais de anafilaxia, devem receber vacina em ambiente com condições de atendimento de reações anafiláticas e permanecer em observação por pelo menos 30 minutos. No caso de história de síndrome de Guillain-Barré (SGB) até seis semanas após a dose anterior da vacina, recomenda-se avaliação médica criteriosa sobre o risco-benefício antes de administrar nova dose. Excetuando os casos aqui citados, não são necessários cuidados especiais antes da vacinação. Compressas frias aliviam a reação no local da aplicação. Em casos mais intensos pode-se usar medicação para dor, sob recomendação médica. Qualquer sintoma grave e/ou inesperado após a vacinação deve ser notificado ao serviço que a realizou. Sintomas de eventos adversos persistentes, que se prolongam por mais que 72 horas (dependendo do sintoma), devem ser investigados para verificação de outras causas.


Solicite seu orçamento clicando aqui.

TODAS AS VACINAS

Selecione abaixo a vacina que deseja.